A aromaterapia é uma terapia utilizada há centenas de anos para cuidar tanto do aspecto físico quanto do emocional. Ela também simboliza o autocuidado, melhorando a imunidade, a sensação de bem-estar e o aspecto da pele.

Utilizar óleos essenciais e adotar a aromaterapia em seu dia a dia é algo simples, mas que requer alguns cuidados. Por isso, é fundamental entender como funciona essa prática e qual é a melhor forma de aplicá-la à sua rotina.

O que são óleos essenciais e como utilizá-los na aromaterapia



Os óleos essenciais são extraídos de folhas, talos e flores de plantas. Representados pela sigla OEs, eles atuam de maneira terapêutica nas pessoas, com alto potencial regenerador.

óleo essencial

No momento de iniciar a aromaterapia é preciso atentar para a quantidade de óleo essencial que será utilizada. Por serem extremamente concentrados, o ideal é que sejam utilizadas pouquíssimas gotas.

Para se ter uma ideia do quão concentrados são esses óleos, uma gota equivale a cerca de 24 xícaras da planta. Por esse mesmo motivo, eles não devem ser aplicados diretamente sobre a pele.

A solução para viabilizar seu uso é diluí-lo. Os chamados veículos carreadores são ideais para realizarem essa tarefa e estão presentes em forma de gel, óleos vegetais e até azeite.

Como escolher o melhor óleo essencial para você



Há inúmeros tipos de óleos essências, cada um com sua função. Por isso, é fundamental entender a função de cada um para escolher o que melhor se encaixa às suas necessidades.

Os mais conhecidos são:

Afrodisíacos: ylang-ylang, gengibre, gerânio, patchouli e sândalo.

Analgésicos: camomila-romana, lavanda e louro.

Animadores: alecrim, café torrado, noz-moscada e tomilho linalol.

Antidepressivos: jasmin, breu branco, sálvia sclarea, gerânio e vertiver.

Digestivos: anis-estrelado, funcho-doce, hortelã-pimenta, laranja-doce, menta, limão-siciliano.

Estimulantes: alecrim, café torrado, cardamomo, canela e hortelã-pimenta.

Insônia: laranja-doce, lavanda, lavandin e olíbano e manjerona.

Rejuvenescedores da pele: gerânio, copaíba, lavanda, immortelle italicum, mirra e palmarosa.

Respiratórios: alecrim (qt. cineol), eucalipto glóbulos, junípero, lavandin e tea-tree.

Para utilizar a aromaterapia no dia a dia, você pode pingar algumas gotas de óleo essencial diluído no aromatizador. Você pode, ainda, fazer um colar aromático, pingando gotas em um chumaço de algodão e acomodando-o em seu pigente.

óleo essencial

O ritual de escalda-pés também é ótimo para os dias em que bate aquele cansaço. Nele, basta pingar 15 gotas em uma colher de óleo vegetal e adicionar a mistura a um balde com água quente, mergulhando os pés na sequência.

Na massagem corporal, pingue 60 gotas em 120 ml de óleo vegetal. Acomode a mistura em um recipiente de vidro de cor escura ou guarde em local longe da luz. Assim, você sempre terá um óleo terapêutico em mãos.

No banho, a aromaterapia pode ser feita pingando duas gotinhas de óleo essencial no chão. Com o vapor da água, o aroma ficará incrível!

Agora que você já conhece bem a aromaterapia, que tal utilizá-la em sua rotina? Veja quais óleos essenciais mais combinam com você e use essa prática a seu favor!

Já conhece o aplicativo do Batú que te permite encontrar profissionais de dezenas de práticas próximos a você? www.universobatu.com.br

< Voltar