Estresse, ansiedade, problemas psicológicos... Atualmente, é difícil encontrar alguém que seja totalmente avesso ao que ocorre no mundo e não se impacte por problemas no trabalho, na família, amorosos, etc.

Encontrar alternativas para relaxar, reduzir o número de pensamentos negativos e encontrar equilíbrio é primordial para ter saúde. A meditação já foi apontada, em várias pesquisas, como aliada para tratar doenças crônicas e melhorar a qualidade de vida.

Meditação

Identificou-se com esse cenário? Que tal conferir 5 técnicas de meditação para aliviar o estresse e ser mais saudável?

1. Mindfulness: atenção plena ao momento

Esse termo, que significa “atenção plena”, prega que você esteja atento ao momento. O mindfulness ensina que devemos estar abertos à situação sem julgá-la, treinando nossa curiosidade.

Existem duas formas de praticar o mindfulness: por meio das técnicas atencionais, em que você usa uma âncora (como a respiração ou o corpo parado ou em movimento) para focar sua atenção. Há, ainda, as técnicas construtivistas, que geram um determinado estado na pessoa. Práticas analíticas, utilizadas no mindfulness, levam a reflexões.

2. Raja Yoga: meditação sem necessidade de movimentos

Baseada no autoconhecimento, a Raja Yoga é uma técnica que se baseia no autoconhecimento. Seu objetivo principal é entender quem você é e qual é seu estado original.

Sem a necessidade de técnicas ou asanas (posturas do yoga), a Raja Yoga pode ser feita sentada ou em movimento.

3. Meditação Transcendental: técnicas focadas no presente

Esse tipo de meditação foca apenas no campo transcendental. Não existe futuro, passado ou presente, mas apenas a experiência da consciência.

Trata-se de uma técnica de experiência prática, por meio da qual uma pessoa alcança o estágio de consciência pura. Tão profundo quanto o sono, esse tipo de meditação usa técnicas focais, como a respiração, para mergulhar na consciência.

4. Meditação Vipassana: conectando mente e corpo

Proveniente do budismo indiano, a meditação vipassana é focada no autoconhecimento, na auto-observação e na busca pela conexão entre mente e corpo.

A prática segue um Código de Disciplina, além de conceitos básicos. Uma das recomendações é praticar o silêncio e não cruzar olhares.

5. Meditação Zazen: mais consciência de percepções

Essa meditação vem da tradição do zen-budismo, um braço que budismo originário do Japão. Ela acontece com os olhos entreabertos e o corpo sentado, reto.

O objetivo é ter consciência de suas percepções. Depois, é hora de entrar em comunhão consigo mesmo. Para isso, é necessário perceber como a sua mente funciona e de que maneira ela enxerga o universo.


Relaxar é fundamental. A meditação é uma excelente aliada de quem precisa diminuir o ritmo e se conectar com seu “eu”.

Escolha a modalidade que mais lhe agrada e invista nessa prática. Certamente você sentirá os benefícios no seu dia a dia.

Já conhece o aplicativo do Batú?! Lá você encontra profissionais próximos a você para praticar a meditação.



< Voltar